16 julho 2009

receita de chimichurri


O chimichurri, eu costumo fazer assim: Coloco numa panela, 500 ml de azeite bom, 1 copo de vinagre de vinho branco ou de alho, suco de 3 limões. Faço à parte, uma misturinha de: alho , cebola, salsinha, cebolinha, orégano, pimentão verde e vermelho, pimenta calabresa, todos desidratados. Acrescento à mistura, louro em pó, gengibre ralado, pimenta negra e mostarda em grãos quebrados com o cabo da faca e azeitona verde picadinha. Sempre coloco uma pimenta mais forte, por que gostamos mais picante. Junto tudo isso à mistura dos líquidos, acerto o sal e levo ao fogo até começar ferver. Espero esfriar, coloco em vidros e conservo na geladeira. Fica mais gostoso se usado depois de uns 3 a 4 dias. Coloco em pães já torrados ou antes de levar o pão ao forno. De qualquer modo, fica um abuso de bom. Pode-se também comprar envelopes com as ervas para chimichurri já misturadas e só acrescentar os líquidos. É prático e também muito gostoso.

3 comentários:

Fla disse...

Hum que delícia.
Eu experimentei isso uma vez só num restaurante e adorei.
Vou tentar fazer em casa.
Bjs
Fla

wilton disse...

CHIMICHURRI tem origem argentina é o típico molho a base de ervas que acompanha todo bom churrasco argentino.
De etimologia controversa, alguns indicam sua origem em imigrantes ingleses que habitavam nas pampas e que acostumavam acompanhar as carnes com molhos a base de curry. Quando solicitavam o molho, o faziam utilizando a expressão inglesa give me the curry (me da o molho) ou misturando o idioma local che mi curry (tche meu molho). E há quem diga que um comerciante britânico conhecido como Jimmy Curry, inventou o molho, e de seu nome surgiu a palavra.
Parece mais provável, a versão que dá sua origem na palavra basca tximitxurri , que significa mistura no seu idioma original, e definiria bem o que é realmente um chimichurri.

Se há varias versões para a origem da palavra, há muito mais versões ainda para sua receita, porém independente do tipo de receita, vai algumas dicas que podem ajudar a fazer um bom chimichurri:

- Mesmo quando indicado em alguma receita, recomendamos não utilizar azeite de oliva puro, óleos de sabor neutro, como o de girassol, combinam melhor com o molho. Se preferir pode-se optar por uma mistura a gosto dos dois. Óleo de soja também não é recomendado.

- Se a preparação vai ser consumida em um dia ou dois, pode-se incorporar ingredientes frescos na receita, se for para guardar deve-se usar ingredientes desidratados. Em ambos os casos é recomendável preparar o molho umas horas antes de ser servido.

- A utilização de água morna para re-hidratar os ingredientes acentua os sabores. Se diminui-se a quantidade de óleo na receita, o molho fica mais light, se diminui-se a quantidade de vinagre ele fica mais suave.

- Utilize vinagre de qualidade (sempre de vinho, não de maçã), pode ser aromatizado para dar mais sabor. Substituir uma parte deste por vinagre balsâmico, resulta agradável e suaviza o molho.

- As receitas básicas podem ser incrementadas com tomates e/ou pimentões picados bem fininhos. Para um jantar com bife de chorizo grelhado no fogão, pode-se requintar a receita com umas colheradas de tomate seco previamente processado.

- Ervas como o coentro e o manjericão não são tradicionais, mas aparecem em algumas receitas, se são de seu agrado use-as moderadamente. O alecrim tem um sabor muito acentuado, se for utilizá-lo, faça-o em pequena quantidade.

- Devido à popularidade do molho, já existem no Brasil misturas prontas para prepará-lo, sendo fáceis de achar em supermercados e lojas gastronômicas. Como não existe um padrão, são diferentes umas das outras, acentuando-se a presença de um ou outro ingrediente. Escolha a de seu agrado, podendo incrementá-la ao seu gosto.

A seguir duas receitas básicas de molho chimichurri, use-as como referência, alterando-as em função das dicas anteriores e seu gosto pessoal:

Receita 1:
Ingredientes:
10 g de alho e cebola desidratados
10 g de salsinha desidratada
10 g de pimentão desidratado
10 g de orégano desidratado
10 g de louro
10 g de cebolinha desidratada
10 g de pimenta calabresa desidratada
300 ml de vinagre de vinho branco
600 ml de azeite de oliva
Sal e pimenta do reino a gosto.

Coloque numa tigela os ingredientes secos, condimente com o sal e a pimenta. Acrescente o vinagre e misture, incorpore pouco a pouco o azeite mexendo suavemente.

Receita 2:
Ingredientes
01 dente de alho amassado
¼ de maço de salsinha picado (sem os cabos)
10 g de tomilho picado
10 g de orégano fresco picado
01 folha de louro
¼ de xícara (chá) de vinagre
½ colher (chá) de páprica picante
½ xícara (chá) de óleo de girassol
Sal e pimenta do reino a gosto

Proceda igual a receita anterior.


Eu uso chimichurri (desidratado) como tempero em quase tudo. No molho branco fica muito bom.

welze disse...

Valeu Careca, pela aula. É bom estar cercado de pessoas que entendem de fazer e não só de comer. Beijos