13 agosto 2009

coisas de família


Então, né. Quinta-feira passada, estava me preparando para meu encontro com o computador, que tenho como meta, ser diário, quando Sergio chegou dizendo que faríamos uma viagem. Nada de estranho, não fosse o destino, o tempo de estrada e permanência. Iríamos para o estado do Pará, ficaríamos uma semana por lá e estaríamos distantes de casa, uns 2600km. Nossa! Que longe, para uma viagem assim de repente. Mas, com Sergio é assim. Precisam dele e ele vai. Qualquer dia ou hora. E eu, como co-piloto, vou nessa, sem pestanejar. Saímos de casa, na quinta-feira às 14h e chegamos à Parauapebas, no Pará, no sábado, às 16:30hs. Passamos pelos estado de Minhas Gerais, Goiás, Tocantins e finalmente Pará. Tivemos uma amostra do que é rodovias. Teve para todo gosto. Trechos maravilhosos, bem conservados, com uma geografia fascinante e outros esquecidos pelo homem. Buracos enormes que escondiam um carro grande dentro. Poeira que levantava feito pó de arroz. Todo mundo que passa por aquelas estradas, à partir do estado de Goiás, vira meio índio, pois fica pele vermelha. Numa coisa, entretanto, a viagem inteira foi igual. O calor. A temperatura média durante o dia, era de 39°. Eu olhava para o céu e via o Sol, passando filtro protetor, usando óculos escuros e de bonezinho, tomando um refresco. Nem mesmo ele aguentava o calor. Ainda bem que a Negona, como Sergio chama nossa Ranger, é confortável, segura e se comportou bem a viagem toda. Não nos deixou na mão em nenhum instante. Foi uma viagem, apesar de cansativa, tranquila, onde tivemos oportunidade de conhecer novas pessoas, lugares, curtir a natureza de perto, aliás, bem de perto, no coração da Floresta Amazônica. Sabores, aromas, usos e costumes locais, diferentes dos meus, sobre o que pretendo comentar posteriormente. Muita coisa me encantou. Por hoje só comento isso, pois estamos nos organizando para nova viagem, desta vez para Passos, Minas Gerais, onde participaremos do 3º Encontro Nacional de Motociclistas do M C Esquadrão MG. Imperdível. Até a volta. Fiquem com Deus.

3 comentários:

Marcia disse...

Oi Welse que dleicia de viagem, que moto mesmo vcs tem? A última viagem longa que fiz com meu marido foi em 2007 pra Rio Quente deu 1.200 Km fomos pela trasbrasiliana muito buraco também beijos pra vcs e saude pra aproveitar as viagens.
O site do nosso M.C. é www.pesvermelho.com.br

Nane Cabral disse...

Caramba Welze, que aventureira que vc é! Muito legal! Imagino como deve ter sido bacana sua viagem, apesar do calor o que vale é conhecer novos lugares né? amo viajar tb! Qdo vier para Vitória - ES me fala para eu te conhecer pessoalmente. Beijinhos, Nane http://vovoqueensinou.blogspot.com

Fla disse...

Que delícia de viagem hein?!
Queremos ver as fotos depois.
Beijos,
Fla