14 outubro 2009

E essa fila, não anda?

Sempre falo que não existe coisa mais democrática que a FILA. Pelo menos pra mim, entrar ou sair de algum lugar ou fazer pagamentos sempre dá mais certo se existe uma fila a ser seguida.
Claro, se esta for respeitada. Mas, de vez em quando, noto que mesmo estando numa fila, as vezes a coisa não ocorre como deveria. Você fica empacada, ninguém se mexe, a fila não anda. Mas o mais estranho, é ver que lá na frente, no seu ponto de chegada, alguma coisa está acontecendo. É um entra e sai de pessoas que vão se adiantando por N motivos, vão levando sua missão a cabo e você e outras pessoas, já conhecidas e batendo papo à essa altura da situação, não dão um único passo a frente. Não é estranho? Vá até lá ver o que acontece. Eu fui. E fiquei perplexa com o que ocorria, por exemplo na boca de um caixa de contas a pagar de uma loja lotérica. Geralmente é fila única. Só, que antes que um mortal seja atendido, existem privilegiados, por uma porção de motivos, que o são antes. Ontem estava numa fila, com as contas e dinheiro já na mão para ser mais ágil e percebi que quatro pessoas, foram atendidas entrando direto no princípio da fila. Pensei, são idosos, nada mais justo. Depois do atendimento feito à esses, mais três senhorinhas, de cabelinhos molhados, com uniforme de um academia local, com seus tenis e sacolinhas com pertences em punho, também entraram na frente e foram atendidas. Depois disso, mais um mortal, comum, como a maioria de nós, foi atendido. Logo depois, mais duas jovens senhoras, grávidas, também tiveram atendimento diferenciado. Mais um de nós, conseguiu atendimento. Logo depois, mais três jovens, com crianças no colo, solicitaram o atendimento especial. Uma delas, estava com uma criança tão grande, que não era de colo e sim estava no colo. A moça mal conseguia carregar a tal criança. Ora, tenha a paciência! Por mais que eu tente ser uma cidadã, cumpridora de meus deveres e obrigações e colaborar com o bem estar social, isso me deixou uma arara de brava. Não é justo. Precisa ser revisto esse critério de quem pode ou não ter atendimento preferencial. Estão abusando demais da conta e isso, não está nada bem. Reclamar para quem? E se achar pra quem reclamar, adianta?

5 comentários:

Tatiana disse...

Realmente é uma situação muito abusiva! Sem contar nas pessoas que usam vaga de deficientes e idosos o não são...sempre tem gente querendo tirar vantagem. É por isso que pago tudo pela internet!

Bjs

Vicentina disse...

Olá querida
Eu tbm pago tudo via net.
Aliás acabei de fazer isto, já vi cada situação nestas filas mundo afora que fico uma arara tbm
Mas reclamar pra quem?
Bjs

Desabafando disse...

Concordo com vc...já vi abuso parecido em vários lugares...sem contar as mães que levam as crianç;as já crescidas só pra furar fila....detesto isso.

Passando pra retribuir sua visita..volte mais vezes, ficarei feliz.

Nane Cabral disse...

Welze, realmente passamos por umas... falta um pouco de respeito para esse tipo de gente né? alguém vende ou empresta p eles? como poderia ser assim... bjocas amiga e enfim... paciência p lidar com esse tipo de coisa. Nane www.vovoqueensinou.blogspot.com

Fla disse...

Welze, já passei por isso várias vezes e é de irritar mesmo.
E na caixa econômica então?! Nossa me dava uma raiva tão grande.
E tem gente que abusar mesmo, e eu não fico quieta não, eu sou daquelas que reclama, fala alto na fila, arruma encrenca... luto muito pelo meus direitos.
Beijos
Fla