13 dezembro 2009

aconteceu comigo

Ando meio que devagar nas minhas postagens. Não é falta de tempo, não é mesmo. É mais falta de concentração. Estou com muita dor no meu pé direito por conta de um esporão calcâneo que está me matando. Os tenho já há algum tempo. Sim, os tenho porque tenho essa porcaria nos dois pés. Claro, tinha que ser dois. É meu número. Tenho dois filhos; quando grávida de oito meses da Tati, caí e quebrei os dois pés, tenho esporão nos dois ombros, operei tendinite das duas mãos, e para seguir a regra, tenho esporão nos dois pés. Até pareço um galo de briga. Pela radiografia e ultrassom, o danado do pé esquerdo é maior, mas o que incomoda mais é o do outro pé. Sei lá porque. Talvez de tanto poupar um, o outro se manifesta. Estava já há algum tempo sem dores, mas eis que surgem a todo vapor. E não estão com pressa de ir não. Estão tentando me vencer. Mas qual o quê. Não conseguem mesmo. É uma dor estranha. Difícil até de explicar. Não é de pisar que ela aparece. Posso até fazer caminhadas que elas não aumentam. É uma dor direta e reta. Sem parar. Dói deitada, sentada, com os pés para o alto, caminhando, parada. É o tempo todo, por isso, não paro. Assim pelo menos me distraio e não dou muita atenção à ela. Ontem mesmo, andei pra caramba no centro da cidade atrás de material para fazer meus fios de luz, comprei presentes para uma menininha linda, a Marina que aniversariou e para o meu sobrinho neto, Gabriel, que completa mais um ano hoje. Comprei umas outras tantas coisinhas e depois de me encontrar com o bonitão, fomos almoçar legal. A dor, alí, presente em todos os momentos. Forte, e robusta. O que está atrapalhando é que como ela é constante, as vezes me disperso e não consigo concluir um pensamento, ou dá vontade de parar com o que estou fazendo e vou fazer outra coisa em outro lugar. Mas no fim dá tudo certo. Sempre deu e continuará dando. Tenho uma teoria sobre o porque acontecer tudo em dobro comigo. É porque sou muito grandona e tenho muito espaço útil para as coisas acontecerem. É bom porque tudo de bom, também vem em dobro. Ô delícia!!!

5 comentários:

Glorinha Leão disse...

Que fofura o Biel...e tem o nome do meu filhote...só podia ser lindo e fofo mesmo...e o seu filhote? Que graça de rapaz! Tem cara de ser ótima pessoa, igual à mãe...
Beijos minha amada amiga!

Nane Cabral disse...

Parabéns ao Biel! Welze, meu pai tb está com um esporão, o médico passou fisioterapia p ele, vamos ver se melhora. Espero que vc fique bem. Bjos, Nane www.vovoqueensinou.blogspot.com

Eliana Pessoa disse...

Welse,
vou torcer para que fique logo boa desses ...?? adoro ler seu blog você é muito espirituosa diz coisas lindas que vem do coração!
beijos!

Leci Irene disse...

Welse: kkkkkkkkkkkk! É hilário a maneira de descreveres as dores e etc e tal! Sinal de que és dona de uma força de vontade fenomenal! Abençoada a familia que te tem!!!!!!!

angela disse...

força amiga, alegria sei que vc tem de sobra e a dor tem medo disto. bjs