18 dezembro 2009

aconteceu comigo

Ontem resolvemos mudar as portas do banheiro e a do meu quarto. Foi aquela correria atrás do pedreiro. Mancão como sempre, tive que fazer ele jurar que viria hoje começar o serviço. Feito isso, a correria foi atrás da porta sanfonada que sempre quis colocar nesses lugares. E telefona aqui, ali, naquele outro fornecedor. Todos tinham o que eu queria, os preços eram parecidos, já o prazo para instalação era o grande problema. Só para primeira semana de janeiro. E agora? O pedreiro já tinha acertado que viria, até com um pouco de pressão, o preço e cor, estabelecidos e de acordo. Mas e agora? Pela manhã o pedreiro chegou e para confirmar liguei no fornecedor que tinha acertado ontem. Qual não foi minha surpresa quando a mesma funcionária que me atendeu ontem, me disse que não poderia instalar mais esse ano. A correria via telefone se repetiu. Só poderia colocar a porta e batente abaixo, mediante a certeza da instalação das novas, pelo menos para segunda feira. E agora? O pedreiro só poderia fazer o serviço hoje, depois só no mês de fevereiro. O instalador só traria as portas para colocar na segunda feira se ele próprio viesse hoje, até as dezesseis horas e trinta minutos tirar as medidas. Como tirar a medida se a porta velha ainda estava no lugar? Como tirar a velha se ele não me dava certeza de colocar até segunda feira? Como ficar sem porta no banheiro? Estava instalado o caos. Chamei o pedreiro perto do telefone, enquanto falava com o instalador. Pergunto ao pedreiro. O senhor dá conta de terminar até as dezesseis horas? Poder ter certeza que termino. Pergunta ao instalador. Se o senhor vir depois das dezesseis e tirar a medida, o senhor promete que vem segunda feira instalar? Acho que sim. Como assim? Acho. Vou ficar até a primeira semana de janeiro sem porta no banheiro? E o pessoal que vem para a ceia? Não abro mão da noite de Natal ser comemorada aqui. Como diz um jornalista da televisão, Me ajuda aí ô. Daí então, depois de tanta insistência, ele deu a certeza. Agora as portas velhas já foram retiradas, o vão onde serão colocadas as novas, prontos, só falta o instalador chegar. Ele prometeu vir até as dezesseis horas e trinta minutos. E agora? E se ele não vem? Eu fico com o banheiro sem porta? Só por Deus. Lidar com um é difícil, mas com dois é uma complicação e tanto. Agora é rezar. De joelhos, para dar mais certo.

7 comentários:

cocinadepepe disse...

Welze. He visto a la Felicidad y me ha dicho que iba a tu casa. Le pedí que llevase a la Salud y al Amor. Trátalos bien,...van de mi parte!!! Feliz Navidad y Feliz 2010!!

José luis

Glorinha Leão disse...

Ô raça! como diz o outro...parece até aquele filme do Tom Hanks, Um Dia a Casa Cai, já viu? Toda vez que vejo me dasbo de rir...parece com sua estória, um depende do outro , o outro depende do um...Cruzincredo...pé de patomangalô treis veis...
Mas vai dar tudo certo amiga, afinal, vc merece!
Beijos...
Lararalalá...já mandei email..lalaralalalá...

Aqui na Cozinha disse...

E aí, baiana de alma?
Adorei seu comentário, pode usar meu espaço à vontade. Vc é de Sorocaba mesmo?
Beijos
Patty Martins

Marly disse...

O que será que temos de fazer para "ensinar" esse povo que compromisso é compromisso? Eita povo difícil, né? Mas, bota fé que dá tudo certo!
Beijinho e bom 'finde'.

Tânia disse...

Minha amiga....final de ano não dá prá contar com comércio algum....
Tudo que quero fazer em dezembro começo em outubro e termino em novembro....
Espero que dê tudo certo com sua porta! Acreditemos que ainda existam profissionais com espírito natalino :D
Beijinhos

Vice disse...

Querida, tbm estou pra fazer umas reformas aqui em casa, mas fim de ano não podemos contar com ninguém. Deixamos pro ano que vem.
Espero que dê tudo certo pra vc, e vai dar.
Bjs

Adriana disse...

kkk espero que tenha dado tudo certo, mexer com reforma dentro de casa faltando uma semana pro Natal???? vc é muito corajosa rssss, mas com certeza vai ficar tudo lindo e novinho.
Beijos e bom fim de semana.