03 fevereiro 2010

sou como sou...

Respondendo a um comentário que uma pessoa fez de uma postagem minha, parece que criei certas dúvidas, quanto ao meu jeito de ser. A pessoa comentou sobre um post que fiz, sobre a CONTAGEM REGRESSIVA do meu aniversário, dizendo que eu fico ansiosa para chegar o tal momento e me esqueço que cada minuto que vivo nessa ansiedade, estou mais perto da morte. São instantes que conforme chegam , estão encurtando minha existência. Mas o que eu não deixei muito claro, para essa pessoa pelo menos, é que , apesar de ansiar por momentos, nunca, eu disse nunca, esqueço de viver intensamente, os que estão no ato acontecendo. Meu dia tem vinte e quatro hora como de todo mundo, mas eu vivo intensamente essas vinte e quatro horas. As vezes, minha ocupação, o modo como ocupo algumas dessas horas, é planejando, cuidando, zelando e pré vivenciando algo que sei e quero que ocorra. Estou ansiosa por um momento, sem deixar aquele estou vivendo, passar incólume ou desapercebido. Tenho quase 56 anos, tenho vivido assim e me faz bem. Sou ansiosa, hipertensa leve por isso, mas nada que um controlezinho e uns instantes de calmaria, não regularizem tudo. E como escrevi, tudo na minha vida é excitante. Meu simples acordar o é. Meu café da manhã, faço ser assim. Meus cuidados com a casa e com meus bichinhos, passarinhos e cachorrinha, são excitantes. Eles adoram quando chego perto deles, me passam sinais de que gostam da minha presença e cuidados. Isso não é excitante? Mas nessa hora, por exemplo, estou ali com eles, adorando ouvir o canto dos passarinhos, Menino, Verdinho e Pequenino e a bagunça da cachorrinha Vivi, mas já estou pensando no que fazer de almoço para agradar meu filho Bruno, que logo logo estará ali. Anseio por sua chegada. Se isso é estar correndo para a morte, é bom ela estar bem longe, pois acho que continuarei assim. Na minha idade, mudar comportamento, só se eles forem reprováveis, o que penso que os meus não sejam. Espero ter me feito entender.

6 comentários:

"Manjares da Manu" disse...

Olá, minha querida!!Não ligue para o que esta pessoa falou!!!Viva a vida!!!Seja feliz !!!!Não se encomode com este tipo de pessoa!!!

Um grande bj!!!

Eliana Pessoa disse...

WELSE SAB DE UMA COISA QUE APRENDI A DURAS PENAS!SÓ DAR OUVIDOS AQUILO QUE ME INTERESSA É FAZ BEM O RESTO EU DELETO!FAÇA ISSO DELETA ESSA CRIATURA!
BEIJOS!

Cláudia M. disse...

Cada um é como é, e vc parece ser uma pessoa extraordinária. Quem lê os seus textos com um mínimo de atenção percebe que vc vive a vida com muito entusiasmo.
Continue assim. E essas contagens regressivas são, isso sim, sinónimo de felicidade. A prova disso é que os seres mais felizes que existem, que são as crianças, adoram contar os dias que faltam para determinado acontecimento. As crianças e as pessoas felizes. As outras não...

beijinhos

Marliborges disse...

Querida, siga tranquila no seu embalo, conserve o entusiasmo, a vida é feita de instantes... Tão bom a gente contar os dias para acontecimentos que esperamos, pena, -e a gente acabou de ver-, tem pessoas que não conseguem fazer isso, mas, quando fizerem, conhecerão melhor a alegria. Bjss

Gina disse...

Welse, deixa eu te contar uma coisa semelhante que ocorreu comigo.
Quando faltavam 5 meses para eu me aposentador, peguei o calendário do local de trabalho e circulei a data que pretendia aposentar. Escrevi o n° 5, faltando 5 meses, no mês seguinte, escreve 4 e assim foi... Dei o melhor de mim enquanto trabalhava, mas a expectativa de me aposentar, me deixava muito feliz.
Bjs.

Glorinha Leão disse...

Acho que essa pessoa, se foi quem eu li, não tinha intenção de te censurar, por isso, não, acho que ele só estava falando de um ponto de vista dele, e se expressou mal...não leve tão a sério, amiga...
Sua alegria de viver é contagiante!
Não se incomode com um comentário, que ás vezes nem teve a intenção...
Beijos.