10 março 2010

AMIZADE DESBOTADA


Resolvi chamar essa postagem de AMIZADE DESBOTADA, por querer fazer distinção entre esta e a deliciosa AMIZADE COLORIDA. Não chamo de amizade colorida aquela que é unicamente atribuída à casais politicamente incorretos. Chamo de amizade colorida, aquela que me traz amor, carinho, satisfação, alegria, romance, cumplicidade, complemento, risos, muitos risos e como não poderia faltar, muito tesão. Assim como a amizade entre o bonitão e eu. Na nossa, temos disso tudo e muito mais. Minha amizade com outras pessoas queridas, sempre tem muitos desses ingredientes. Aqueles amigos com quem se pode contar sempre. E ai de você se passar por um constrangimento ou problema sem pedir ajuda a eles. Ficam umas feras. Querem sempre estar por perto e estão. Isso é muito bom. Você conta com eles e eles com você. Sempre. Mas o que dizer daquelas amizades que perdem a cor? Desbotam, descoram? O que ocorre com essas pessoas que numa hora, na frente de seu portão, olho no olho, sem mais aquela lhe dizem amor e horas depois, sem coragem de lhe fitarem frente a frente, lhe despejam um sem número de palavrões, malcriações, maltratos, gritos? E ainda por cima, lhe desligam o telefone na cara. O que pensar de uma pessoa que se furta ao DEVER de lhe dar uma explicação, simplesmente comentando com terceiros o ocorrido(será que teve coragem de falar a verdade?), dizendo estar extressada na hora em que sem pensar, fez o que fez? O que pensar de uma amizade assim? Eu sei o que eu penso. Penso que não era amizade. Penso que fui enganada. Roubada. Ludibriada. Dei meu bem, sem olhar à quem. Roubaram horas de minha vida. Roubaram cuidados meus. Roubaram alegrias, roubaram lágrimas, pensamentos. Perdi dias e noites tentando encontrar uma explicação para o inexplicável. Fiquei triste, amargurada, infeliz. Mas não fiquei um só momento sozinha. Mesmo sem saberem de nada, minhas amizades coloridas não me deixaram assim por muito tempo. O ocorrido, lamentável ocorrido, foi uma tempestade, um ciclone. Como tal, rápido, fez estragos, provocou dores e perdas, irreparáveis algumas delas. Mas, tal uma tempestade de verão, essa dor não durou muito. Já passou. Ficaram, com certeza ficaram marcas. Essas não quero que se apaguem. Delas não quero me esquecer. Servirão como um aviso. Como alerta. Nem todos que se aproximam, merecem meu respeito, minha guarida, minha companhia, meu ombro. Em respeito aos meus amigos multi cores, preciso aprender a quem querer bem. Amar e ser amada, respeitar e ser respeitada. Essa é a base de uma AMIZADE COLORIDA. Sem essa base, tudo é encrenca, interesse, baixo nível. Depois de tanto tempo, consigo pensar no ocorrido sem chorar, sem me maltratar. Demorou, mas consigo agora estar assim. Estou bem, muito bem. E só consegui isso, por poder contar com minhas amizades coloridas. Meu jardim, minha vida, novamente alegre e feliz, cheia de novas mudinhas plantadas com muito carinho e respeito, já estão florindo. Está tudo uma maravilha.

8 comentários:

angela disse...

adoro voce! bj

Eliana Pessoa disse...

SABE AS VESES OS MELHORES AMIGOS SÃO AQUELES QUE NOS ESCOLHEM!
ELES QUE NOS ACHAM E FICAM NOSSOS AMIGOS PARA SEMPRE INTERESSADOS PURAMENTE NA NOSSA PESSOA, NO OMBRO AMIGO!
BJIM

Fla disse...

Welze, é triste a gente se decepcionar com alguém a quem dedicamos carinho e atenção. Sei bem como é isso. Mas não tenho dúvidas, mesmo não te conhecendo pessoalmente, que você é uma pessoa incrível e que tem sim, muitos, mas muuuitos amigos que de verdade te amam e te querem bem.
Beijos pra você querida.

Leci Irene disse...

Sei, é triste perder sem saber porque. Mas, bom mesmo é saber que sempre tem alguém para nos dar a mão! Lindo teu texto!
Mas, cá entre nós: lindíssima a foto! Vc está colorida!!!!!!!!!!!!!!
Beijos

Mi disse...

Welze você semrpe surpreendendo com sua doçura e com sua simpatia.
Adorei a foto, essas flors todas tem tudo a ver com você, com o colorido que você dá a sua vida.
Bjs

SUELY PERES disse...

Te admiro muito. Tu é de dar a volta pr cima em qualquer situação.
Nessa foto estas lindona mesmo. beijinhos

Glorinha L de Lion disse...

Ai amiga, como conheço esse sentimento...é ruim deamis! A gente dá tudo o que tem de bom e recebe uma boa bofetada na cara...já estou com a cara inchada, mas nem assim aprendo, continuo me dando...quem sabe um dia, aprendo?
Mas a nossa, essa é coloridíssima!!!!!
Beijos multicores!

Anônimo disse...

Tia, sei que esta dor esta dificil de curar...que felicidade ver que escolheu a foto que tirei de voce em POA..para ilustrar a parte linda da vida, a amizade cheia de cor...estou numa correria a mil..mas penso em vc todos os dias...e te esperando para aquele cafezinho...Te Amo. Chris