20 maio 2010

DÁ-LHE QUEIMADAS

Como tem havido queimadas por aí, não é mesmo? Parece que não criam juízo. Penso que quem faz isso, não tem a menor noção de civilidade e cidadania. E respeito ao próximo também, é claro. De uma coisa eu tenho certeza. Neguinho nunca põe fogo em mato, ou lixo ou sei lá no que for, perto de sua casa. Ah, isso ele não faz. Faz bem longe dela, para que sua casa não fique suja e seus pertences não fiquem com o horrível cheiro de coisas queimadas. Aqui em casa, tem queimada um dia e no outro também. É de lascar! Minha vizinha que faz costura industrial, pena com isso. As vezes seus varais estão cheios de peças que depois que costurou, lavou e estão para secar, quando lá vem a tal da fuligem provocada pela queimada do dia. Quando percebo que ela, que mora na rua de trás, não percebeu ainda o estrago, corro ao meu quintal e fico lá gritando até que ela suba na sua área, onde somos vizinhas e recolha as roupas. É desagradável pra caramba. Outro dia, coloquei roupas de inverno, pesadas, depois de lavá-las, cheirosas que estavam, todas no varal. Estavam limpas, mas como ficaram um tempo sem uso, resolvi lavar todas. Estavam lindinhas no varal, com um vento gostoso. O cheirinho de roupa limpa entrando pelo meu quarto. Tudo bem. Resolvemos almoçar em um restaurante e fomos. Lépidos e fagueiros, o bonitão e eu. Voltamos já pela tardinha e é claro, logo na área de entrada de casa, cujo piso é clarinho, pude ver que tinha havido queimada e pelo estrago tinha sido das grandes. Entrei em casa e corri para o quintal. Ô dó. As roupas estavam secas mas com cheiro de fumaça. Resolvi deixá-las até o dia seguinte para ver se o sereno daria um jeito no cheiro. No dia seguinte, depois delas terem tomado sol também, as recolhi e guardei em seus lugares. O cheiro parece que havia sumido. Ontem, como estava friozinho à tarde, após o banho, cheirosa por conta do sabonete, desodorante, shampu, colônia, tudo muito gostoso, peguei um moletom aflanelado para usar. SENHORDAGLÓRIA! O cheiro que desprendia da roupa era de matar. Até parecia que eu tinha passado com ela, uma semana sentada em cima de um fogão à lenha em funcionamento. Não deu para usar. Fui ao guarda roupas, e cheirei uma por uma, todas as peças daquela lavagem e constatei furiosa que todas, sem excessão, estavam com o mesmo cheiro horrível. Que remédio? Botar tudo novamente na máquina, lavar tudo de novo e rezar para que neguinho não coloque fogo por perto de casa, enquanto as roupas estiverem secando. É de matar! A incidência de queimadas por aqui é tamanha que vira e mexe temos que chamar os bombeiros. Morro de vergonha quando eles chegam para apagar fogo que foi ateado por uma tranqueira de pessoa. Parece que só as campanhas não estão dando resultados. Temos que pensar em atitudes mais punitiva. O difícil é ver a hora em que alguém está colocando fogo. É coisa de bandido mesmo. Gente bandida.

5 comentários:

Silenciosamente ouvindo... disse...

Colocar fogo é algo que também
muito acontece por aqui, e estamos
na época disso.
Origada pela visita.
Beijinhos/Irene

maria/andrea disse...

Oi querida!
Fiquei surpresa com a visita e gostei muito.
Já coloquei no blog pra ver todas as atualizações.
Olha, fico pra morrer quando queimam coisas na rua perto de casa. E fazem isso aos sábados, bem no dia que eu lavo roupas!
Vontade de sair xingando, mas sabe como é... a violência é grande, melhor não brigar.
Recolho e seco na sombra, pq senão fica tudo cheirando fumaça, rsrs.
Beijos.

Leci Irene disse...

Welze, e se denunciar? Ajuda alguma coisa, ou ninguém faz nada?

angela disse...

aqui tambem anda um horror, tem dia que preciso secar as na lavaderia para eitar isto, atitude lamentavel. bjs

Amehlia Digital ! ® disse...

Fia...
fico irritada até de pensar...
aqui em casa está insuportável... não vence lavar e limpar...fora que ninguém aguenta qdo o ar está seco...
Falou tudo! A roupa fica de dar dó... e não posso ficar por conta gastando água prá lavar, né...
E o governo...onde está?
Sem comentários, viu :/
Um bejim...cumadi!