07 junho 2010

AMIGOS

Estava eu passeando pelos blogs, excluindo uns, que saíram do ar, outros cujas postagens não estão sendo mais atualizadas, deixando comentários em outros, quando ao passar pelo eternosprazeres, li uma homenagem linda que a Renata fez aos seus amigos. Isso me levou a pensar no que aconteceu comigo ontem. Almoçamos, parte da família e alguns amigos, na casa dos meus sogros, onde todos muitos alegres e animados, conversamos, comemos e bebemos até bem de tardinha. No caminho de volta, o bonitão de sopetão disse."Uma pergunta e uma resposta". Quando ele fala assim, é para não argumentar. E perguntou, "Vamos na casa de Fulano?", se referindo à um amigo nosso. Sem pestanejar, respondi que sim e fomos lá. Lá chegando, deparei com minha amiga, com o rostinho mais triste que já tinha observado nela. Ela tem zilhoões de motivos para estar triste, ser triste, não sei mesmo como sobreviveria se acontecesse comigo, o que aconteceu com eles, mas eles tentam continuar vivendo e nós, amigos, ajudamos sempre que podemos. Mas ontem, o rostinho dela, o comportamento dela, me deixou sem chão. Assim que me situei no clima e percebi como ela estava, tive vontade de vir embora. De fugir realmente dali. Vinha de uma reunião familiar tão abençoada, tão feliz, que não queria passar por aquele clima. Mas minha amiga não merecia isso. Depois de tentar entender o que seria melhor para ela, virmos embora e deixá-los, a ela principalmente, com sua dor, poder vivê-la em paz, ou ficar ali e tentar fazer de alguns momentos, um pouco de alegria, fazê-los darem muitas risadas, decidimos, eu e o bonitão, por ficarmos ali por algum tempinho. Conversamos bastante, ela me falou coisas que parecem que saíram dela, sem ela perceber, escutou muito o que eu estava falando, até que de repente, a senti melhor, mais animada e com mais viço no rostinho que tanto amamos. Chegou mesmo a perguntar sobre futuras viagens de moto, das quais sempre participam e de nossos planos para o Natal. Quando saímos de lá, já quase anoitecendo, os deixamos mais leves, ela com um sorriso franco estampado no rosto e respirando melhor, sem atropelos sem estar arfante, como quando chegamos. Acho que o que fizemos ontem, foi um ato de amor, de amizade. Conviver com pessoas que sempre nos trazem alegria nos fazem rir, só nos dão alegria, é muito fácil. Mas nem sempre é assim que nossos amigos estão. É necessário que saibamos entender suas necessidades momentâneas. É preciso que façamos o melhor para eles, no momento certo. Acho que fizemos o correto. Isso nos fez muito bem. Nos trouxe muita paz. Amigo é para essas coisas.

9 comentários:

Marliborges disse...

Welze querida,
Vocês fizeram um bem à sua amiga e isso é muito bom. As amizades não nascem em vão. Há um propósito divino em tudo. Bjssssssss. Amei o post.

Noiva em Fúria disse...

As vezes estamos tão submersos em nossos dias, quereres e fazeres que não percebemos que o nosso amigo do lado está precisando de nós. Vou procurar estar mais atenta aos meus.
Ando tão afim de que cuidem de mim que estou esquecendo de cuidar dos meus, ainda bem que nosso circulo de amigos é bem comum e quando um falta, o outro está lá para apoiar, esses mesmos amigos nos ligaram pela manhã, mas não tivemos a sensibilidade de entender nas entrelinhas, ainda bem que nos completamos.
Estaremos mais atentos.
Obrigado pela perfeita sintonia.

angela disse...

vcs são amigos de verdade. lindo isto, parabens para todas a familia. bjs

Tatiana disse...

Quem tem amigos como vocês têm um tesouro!!!
Bjs

ELIANE VILELA disse...

COM CERTEZA A AMIZADE VERDADEIRA É UM ÓTIMO REMÉDIO... AS VEZES ERA SÓ ISSO Q ELES ESTAVAM PRECISANDO ONTEM... E O DESTINO LEVOU VCS PARA LA

TEM UM SELINHO P VC NO BLOG

BJUS

Eu Mulher disse...

Oi querida! Com toda certeza você pode votar e também participar do nosso próximo alquimia, será um grande prazer, viu? Aguardo você!

Beijão

Gina disse...

Madre Teresa já dizia que não devemos deixar que alguém saia da nossa presença pior do que quando chegou. Foi exatamente o que vocês fizeram. Não por acaso, tiveram a ideia de ir visitá-la e foi bom para todos. Parabéns por esse final de dia com a sensação de dever cumprido!
Bjs.

Renata disse...

Olá minha amiga,
Boa Tarde!

Então...amizade de verdade é isso...estar presente em momentos alegres, mas nos tristes também, e compartilhar a dor é um ato especial, não é pra qualquer um...pois ao nos depararmos com situações difíceis a maioria de nós prefere fugir...

Seja abençoada pela suas atitudes, e obrigada por ter "estado" comigo nessa segunda feira!

Um abraço,
Re

Miriam disse...

Olá Welze,

Que maravilha de ato, hoje em dia são poucas as pessoas que se importam ...abençoada seja...

1000 Beijokinhas