18 junho 2010

E AS VUVUZELAS?

Adoro barulho, gosto de movimento, bagunça, música, criançada gritando. É sinal de vida.
Mas tudo que é demais da conta, as vezes quase me chateia.
A criançada daqui da vizinhança, toda ela, ganhou de alguém, ao mesmo tempo, as tais VUVUZELAS. Deram uma corneta para cada criança. São poucas as que moram aqui perto, mas todas tem amiguinhos e priminhos, amiguinhos dos priminhos e assim, o time das vuvuzelas aqui do pedaço, é grande. É forte. É ruidoso. Não tem hora para começar nem pra parar. Parece que quando uns cansam, outros assumem o posto e tooooocam as cornetas para serem ouvidas lá na África. É ensurdecedor.
As mães, tias, avós, empregadas, já não aguentam as crianças dentro de casa com a tal corneta então deram alvará para que saíssem à rua para a barulheira. Em frente a casa de quem vocês acham que a criançada montou acampamento? É claro. Estão direto em frente à minha casa.
A Vitória, minha cachorrinha, que não liga para estouro de bombas, rojões, escapamentos de motos e carros, está fula da vida com as vuvuzelas. Está revoltadíssima. E para mostrar sua revolta o que é que ela faz? Late feito uma condenada. Aí a coisa pega. Vuvuzelas soando e Vitória latindo, é sem dúvida de doer. Mas tá bom assim. Poderia ser pior. Acho...

foto de edulima.com

3 comentários:

Juliana Masselli Castro disse...

Olá querida!
Tb adoro barulho e alegria, mas essas vuvuzelas me tiram do sério!
Bjs!!

Eliana Pessoa disse...

ODEIO VUVUZELAS,MAS DEI UMA PARA MEU SOBRINHO SOPRAR LÁ NOS OUVIDOS DA MÃE DELE!!!KKKKKKKKKKK

ELIANE TAVEIRA disse...

Detesto essa cornetas insuportáveis, tenho pena dos jogadores... Ninguém merece!!

Bjos,

Eliane

elianedqt@hotmail.com