27 setembro 2010

QUE BAGUNÇA!

Quem vê essa mesa arrumadinha que organizei para um churrasquinho de domingo para receber nora e filho









não faz a mínima ideia de como está o quarto do computador nessa segunda -feira.
É que sábado, dia 18, comprei um novo armário para acondicionar melhor meus livros de receitas, material de nutrição, dicionários, canetas, borrachas, material de escritório enfim, mais meus sapatos. Pois é. O antigo armário onde estava tudo isso é do tempo do onça, está na família há mais de sessenta anos e já passeou de casa em casa, sempre servindo um ou outro herdeiro.
Agora resolvi passar esse armário para frente e comprar outro. Aproveitando a presença do Bru, para que ele ajudasse o bonitão no transporte do armário velho para a casa da minha irmã, onde foi muito bem vindo e será de grande valia, tudo foi tirado dele e colocado desordenadamente no chão, em cima da cama e ao lado do computador. Ontem nem reparei na bagunça, mas hoje ao entrar no quarto não sabia nem por onde começar. Parecia liquidação de produtos bons e baratos. Uma zona. Aos poucos fui separando cadernos de receitas, livros de salgados, doces, dos dois juntos, cópias de dietas que elaborei para muita gente, livros que comprei em sebos e ainda não li, coleções de bolos artísticos e meus sapatos. Está de amargar. Tem muita coisa a mais que preciso e uso. Não sei como consigo juntar tanta coisa pois me policio demais da conta. Mas sempre tem coisa que está para ser dada para alguém. É aquele colosso de coisas sem utilidade nenhuma que não sei por que cargas d'água ainda estão guardadas. O armário que comprei já chegou mas a montagem está prevista para amanhã ou quarta-feira. Até lá terei tempo para organizar a bagunça. Uma sacola plástica de coisas que não me serviam, como estudos de alimentos que já estão ultrapassados, já foram para o coletor de reciclagem. Uns dez pares de sapatos, tenis e sandálias que não uso mais por serem rasteiros e estou proibida de usá-los por causa dos esporões, também já estão devidamente acondicionados em sacolas para doação.
Mas o que me espanta é que faz pouco tempo, fiz uma arrumação dessas nesse mesmo armário. Como é que consegui acumular tanta tranqueira em tão pouco tempo? Os médicos dizem que quem guarda muito as coisas e muitas coisas, tem tendência e ter o intestino preso. O meu é normal , não costumo guardar nada que não uso, mas mesmo assim, a bagunça está feia. Até amanhã com certeza, estará mais ou menos organizado. Apesar do trabalho, adoro fazer isso. É um começo para mim. Segunda-feira que por natureza é de começos, essa foi mais ainda. Arrumando capas de dicionários, colocando fitas adesivas em livros de receitas que tem quase a minha idade, encapando cadernos antigos que ainda tem utilidades. Delícia. Estou revigorada. Cansada, mas muito feliz.

9 comentários:

Isadora disse...

Olha nem fico impressionada, pois faço limpas e mais limpas lá em casa e se for fazer outro pouco tempo depois terei uma quantidade imensa de coisas para jogar fora. É uma loucura!
Um beijinho. Ah, mas a mesa ficou linda!

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

ADORO FAZER ESSES LIMPAS E DAR TUDO QUE AINDA SERVE PARA ALGUÉM!
WELSE QUE BELEZA DE MESA ADORO CHURRAS!

Ana Maria Braga disse...

Welze, fiquei curiosa em ver o armario antigo, que passaste para frente. Adoro esses armarios, se bem conservado. Quanto a juntar trecos, eu fico sempre me policiando e junto muito pouco. Enquanto jogo tudo fora, meu marido adora juntar.
Acredite ou não, mas tenho gavetas aqui desocupadas.
Vim aqui tb agradecer teu comentario no meu post.Esse carinho que tem com meu blog é reciproco. Aproveito para te desejar uma otima semana. Bjs

GIL disse...

Eu adoro vir aqui e ler o que escreve, dou boas risadas, pq vc fala com uma simplicidade tão gostosa, daquilo que todas nós fazemos....adorei a mesa do churrasco, delicioso....bjks...boa semana a vc....Gil

Amehlia Digital ! ® disse...

Oi amiga...
Sua casa é uma delícia... sentimos esse lado família muito aflorado em cada postagem sua...
...minha mãe sempre falava do tempo do onça...foi engraçado ler isso...=D
Um bejim grande no seu coração, viu?!

Nilce disse...

Oi, Welze

Temos mania de guardar coisas. Aqui é meu marido que guarda tudo. Ele sempre diz: "quem guarda o que acha que não presta, tem o sempre o que precisa". rsrs
Vivo logrando ele e pondo fora muita coisa. Quando acha falta, já sabe onde foi parar.
Ah, e ele tem um intestino super pontual. rsrs
Que história é esta de dietas? Gostei da idéia.

Tomara que vc já tenha conseguido colocar tudo em ordem.

Bjs no coração!

Nilce

disse...

Oi Welzw,
Obr. pelo carinho.Lindo os lugares por onde passeou. Como e gostoso arrumar tudo,separar o que não se precisa mais, se bem que no meu caso, eu mesmo arrumo e bagunço.
Meu marido e filha guardam tudo e eles tem o intestino muuuiiito preso. Quem sabe agora, eles se separam de algumas tranqueiras rsrs.
Bjs Rê

Marly disse...

Oi, Welze,

Ai, eu também - nem sei como - sempre acabo juntando tanta tranqueira, que só vendo! eu não tenho apego às coisas materiais, mas não consigo me desfazer dos meus livros, rsrs.
Porém, receber o novo e passar o velho para a frente é sempre bom, e já vi que a coisa ficará melhor organizada agora, não é verdade?
A sua casa tem jeito de lar, viu?

Um beijo e boa tarde.

Leci Irene disse...

Como é bom a gente fqzer arrumações! E, realmente o incrível é que se hoje a gente arruma, ainda guarda coisas estranhas.. e a gente vai ver só na próxima vez!!!!!!!!