02 março 2011

É PARA RIR OU PARA CHORAR?

Vindo do centro da cidade, dia desses, com muitos pacotes, me dirigi ao terminal de onibus onde tive que esperar um bom tempo pelo coletivo. Essa espera me proporcionou uma bela dor na costa. Quando o onibus chegou, todos subimos nele e pude verificar que muita gente que subira antes de mim estava em pé, mesmo tendo um banco com dois lugares vazio. Estranhei, mas estando bem cansada me dirigi ao banco e pude obter a reposta para minha dúvida. Acima do banco, a janela estava sem vidro e como havia chovido o banco estava molhado. Mas meu cansaço foi maior que o bom senso e me sentei num dos lugares. Tudo bem até que voltou a chover. E forte. A água caía em cima de mim que mesmo passando a usar o lugar que fica no corredor, mesmo assim, estava tomando chuva. Mas meu cansaço realmente era grande. Não tive outra alternativa senão abrir a sombrinha bem perto da minha cabeça para assim, dentro do onibus, me proteger da chuva. A princípio, muita gente achou graça, mas com o andar da carruagem, até tive apoio. Olhavam para mim e assentiam com a cabeça, numa demonstração de que talvez até tomassem a mesma atitude. E tenho certeza que sim, pois logo que me levantei para descer no ponto perto de casa, uma outra moça, já foi abrindo a sombrinha dela e tomando o lugar antes ocupado por mim. Fazer o que? Cansada, com muitos pacotes, janela sem vidro e sombrinha na mão, só podia ter nado no que deu. Até eu dei muita risada dessa situação.

19 comentários:

Nice & Ana, comidinhas com pitadas de amor e carinho... disse...

Welze amiga vc está criando tendências novas na moda do coletivo, adorei!!!,rrsrsrsr!!! já vou ficar ciente que caso me ocorra o mesmo irei usar sua idéia, adorei seu post queridona, criatividade 10 p/ vc bj♥kas, Ana, ;)...

Blog da Chris disse...

Vc sempre na vanguarda!!! rsrsrs
Eu acho que jeito é rir... rsrsr

bjs

Gina disse...

Preciso me encontrar com você pra dar umas boas risadas.
Quando as situações não acontecem por si mesmas, você as cria...rs!
Bjs.

Josy disse...

Welze, não sei por que mas algo me dizia que o final dessa história, não poderia ser outro, se não esse. Sendo vc como é, não tinha dúvidas que vc ia usar seu poder de criatividade e colocá-lo em prática, lançando moda e a tempo ainda de ver que estavam começando a seguir sua idéia que por sinal foi inteligente...rsrsrsr Só vc mesmo amiga....bjocas

Andréa disse...

Welze,
quando tem muita gente em um lugar e tem bancos vazios , deve ter alguma coisa errada, mas o cansaço como diz você falou mais alto.
Você e suas histórias é só vir aqui eu fico alegre é de rir e chorar, kkkkk...

Beijinhos minha amiga,
Andréa...

Valéria disse...

Achei ótima sua atitude! Brasileiro tem que se virar,mesmo, fazer o quê.
Só fiquei pensando se tivesse uma criança desavisada, meio sem cuidados, já pensou que perigo!
Welze, obrigada pela receita do pão, fiquei salivando com a foto que você colocou, rsrsrs
Beijos
Valéria

JOANA CAMPOS disse...

Caramba que situação!
Ainda bem que vc reajiu com sabedoria!

bjs

disse...

welse influenciando uma geração
! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

tah mais do que certa! ;D

Acabei de reformar e atualizar o meu blog, se tiver um tempo de uma passada por lá!!

http://deunatellha.blogspot.com/

Abraços! Deu na Telha

Sílvia Gianni disse...

Olá Welze, suas compras viraram uma grande aventura, não? Ainda bem que vc tirou tudo de letra. O cansaço faz coisas com a gente. Acabei me lembrando de uma parecida que aconteceu comigo só que no meu caso a água entrava pelos "rebites" do ônibus (caindo de velho), escorriam pela parte de dentro do mesmo e respingava na gente. Ainda bem que desci logo pois nem sombrinha eu tinha. Beijos e boas aventuras para você. A propósito, que delícia de bolo/pão é esse? Adorei!

Andreia Braga disse...

Assim q eu terminei a leitura, fiquei imaginando a cena, vocêcom guarda-chuva aberto dentro do onibus..kkkkk!!! Foi uma idéia muito corajosa, muitas pessoas, inclusive eu, teria levantado do banco.

Bjs

Andreia Braga

http://geadocesegostosuras.blogspot.com

Vicentina disse...

kkkkkkk, só vc mesmo em amiga, de guarda chuva aberto dentro do onibus.
Olha adorei a istoria da pamonha rsrs, tem que correr se quiser comer pamonha.
Bjs e boa noite.

Lourdes Sabioni disse...

Alôôôô...to no ar, num to???? será??? vou arriscar...meu PC resolveu ficar de mau e num sei...
Li tudo mas nem sei se dá pra comentar...alôôô...????
Volto assim que o Pedro ver o que está errado...alôôô...cambio e desligo!

Ale Quejinho disse...

Nossa que blog mais lindo. Minha primeira vez por aqui e ja estou amando. Sou nova neste mundo e vim deixar um convite para visitar meu cantinho. Se gostar, me siga que ficarei honrada.
Ale

Glorinha L de Lion disse...

Queridona, vc é única sabia? vai ter personalidade assim lá em Sorocaba! Vai lançar moda hein? hehe adorei! te adoro amigona! beijos,

SUELY PERES disse...

Querida Welze, estive fora do ar uns dias sem o PC, mais lógico trabalhando muito tambem. Ri muito lendo esse post e pude imainar vc com a sombrinha aberta dento do onibus, só tu amiga. beijinhos

Papinha Doce disse...

Muito obrigado welze, já vi a receita da pamonha caseira no tal endereço de blog que voçê deu. Adorei, coisa linda de se fazer e pelo visto é muito saboroso.
Vou estudar a receita para ver se consigo fazer algo do género em Portugal.
Muito obrigada!!

Bjinho
Maria José

Artes da Cris disse...

É Welze...Brasil, meu Brasil brasileiro. Acho que dependendo de nosso estado de espírito podemos rir ou chorar mas...você não pagou uma passagem de ônibus para passar por isso, certo?
Muito obrigada pelos comentários,
Bjo
Ana

Renata Boechat disse...

KKKKKKKK!!!! Suas histórias me divertem...essa foi ótima!

Que espirito alegre voce tem minha amiga, te admiro!

Abraço grande

ADri@n@ disse...

oi lindona...
td bem??? sua inscricao para o sorteio esta confirmada...
seu numero e' 17...

beijo e boa sorte