26 janeiro 2012

Encontros e Despedidas

Há de se comemorar a chegada de um bebe ou chorar a partida de um ente querido.
O lado que se despede chora, mas o que recebe alenta, acalma e recebe.
Tem muito tempo que amo de paixão a cantora Simone, e tem um álbum em especifico que sempre amei ouvir com a Mamãe, O "Ao Vivo".
E hoje para matar um pouco a saudade, senti essa música de Milton Nascimento, que nesse álbum ambos, juntos e misturados interpretam tão bem.
Como já disse outrora, continuo acreditando que nos encontraremos em algum dia, em algum lugar e em qualquer plano, pois os laços de afetividade e amor transcendem qualquer barreira carnal.
Por isso, vamos aproveitar os passageiros da vida que se encontram no mesmo vagão que nós.
Em algum ponto, parada ou estação eles ou nós iremos descer, assim como outros vão subir.
Felicidade ao que chegam, mas com a certeza de que esses mesmos deixaram em um outro plano, a saudade de alguém, assim como os que partem, que do lado de lá alegram uns, entristecem temporariamente outros.

Saudades da Mamãe.

ENCONTROS E DESPEDIDAS



Composição: M. Nascimento E F. Brant

  
  
Mande notícias do mundo de lá
Diz quem fica
Me dê um abraço
Venha me apertar
Tô chegando
Coisa que gosto é poder partir
Sem ter planos
Melhor ainda é poder voltar
Quando quero

Todos os dias é um vai-e-vem
A vida se repete na estação
Tem gente que chega pra ficar
Tem gente que vai pra nunca mais
Tem gente que vem e quer voltar
Tem gente que vai e quer ficar
Tem gente que veio só olhar
Tem gente a sorrir e a chorar

E assim, chegar e partir
São só dois lados 
Da mesma viagem
O trem que chega 
É o mesmo trem da partida
A hora do encontro 
É também despedida
A plataforma dessa estação
É a vida desse meu lugar
É a vida desse meu lugar
É a vida


www.simplesmentecucla.blogspot.com

9 comentários:

Lúcia Soares disse...

Cucla, que lindo!
Continue escrevendo aqui, deixe o blog aberto, acho que os amigos da Welze precisam disso.
Mas, se um dia sentir vontade de não mais escrever, faça-o, também. Todos saberemos que o ciclo se fechou.
Adoro essa música, mas na voz da Maria Rita.
Que bom ter lembranças de músicas com a mãe. Não sou muito de ligar o rádio, ou colocar um cd ou dvd. Acho que meus filhos não sabem nem de que músicas gosto!
Preciso mudar isso!
Breve estarei com um novo blog, aviso você, tá?
Um beijo grande, minha amiguinha.

Brechique da Dodoca disse...

Querida Cucla,
li a letra da música (que conheço muito bem) com lágrimas nos olhos. Enquanto a vc ela traz a presença da sua mãe, a mim traz a do meu pai: ele estava muito mal na época da novela que tinha esta música como tema (cantada pela Maria Rita). Na hora da novela, ao ouvir a música, era como se ela nos dissesse "ele está indo, ele está indo..." e ele foi e, assim como vc, acredito que nos encontraremos ainda.
Bjsssssssssssssssss, menina
Fiz um convite procê, não sei se viu. Vai lá no Brechique se der tempo!

Ana Rita disse...

Olá Cucla,
Prazer em conhecer te!!!Acho lindo honrar a sua mãe continuando este tesourinho dela...Sempre que precisar de algo conta comigo ok???

Bjoka
Rita

Iraluiza disse...

Adorei Cucla....
Sentimos mts saudades tb...
Estou participando da BC em homenagem a sua mãe..
Bjs

Giovana disse...

Oii Cucla!!

Fiquei muito triste com a noticia, não soube antes que ela havia falecido pois fim do ano pra cá foi mto corrido e qse não visito mais os blogs.

Mas pelo que entendi ela estava sofrendo e sei qto é triste ver qm tanto amamos sofrer e com certeza agora ela esta perto de Deus e se sentindo mais feliz.

Vc manter esse cantinho q sei q ela gostava mto é bem legal, fica um pouco dela p gente q tinha somente um contato virtual...

Que Deus esteja com vc e te acalme nos momentos de saudade q sei qto são dificeis e aperta o coração.

Bjs!

angela disse...

aceite meu carinho! bjs

milu disse...

Assim q li me emocionei e chorei! Welze faz mta falta na blogosfera.
To querendo participar da blogagem coletiva, mas não entendi mto bem as regras.
Bjs Cucla, fica com Deus.Saudades é bom pra gente se sentir pertinho.

Josy disse...

Cucla, sem comentários. Não precisa
Bjos em seu coraçao.

Marcia Accioly disse...

Linda música, bela e tocante homenagem a sua mãe. A minha já partiu faz mais de 20 anos, mas todos os dias lembro-me dela e, muitas vezes, me pego pensando que ela vai ver e admirar as coisas que faço. Entendo a dimensão da sua saudade e me solidarizo.
Bjs no seu coração