14 abril 2012

BC - Um Dia Para Glorinha


Como minha Gostosura amava essa amiga tão dedicada que foi a Glorinha Leão.
Como foi importante a presença de ambas, uma na vida da outra.
Minha Gostosura contava-me sobre a Glorinha, como se fosse uma amiga de infância, tal a intimidade que desenvolveram em tão pouco tempo de vivencia juntas.
E não era para menos, ambas eram totalmente desapegadas a prazos de validade ou prazos de experiencia.
Estavam em uma fase da vida onde se entregavam de corpo e alma a tudo que amavam ou lhe despertava amor imediatamente.
Tinham desejos comuns, filhos comuns, maridos comuns....Vou explicar:
Os desejos de felicidade eterna aos seus amores.
Aos filhos, a proteção, o carinho, o zelo sempre foram de "leoa para cria".
Os Maridos, seus grandes amores.
Como eram iguais, como era singulares e especiais.
Glorinha, esteve conosco o tempo todo quando mamãe esteve lutando contra o câncer.
Mamãe partiu primeiro, para arrumar a casa para receber sua grade amiga que não teve tempo em vida de abraçar, e com certeza já abraçou na espiritualidade.
Glorinha, me acarinhou e me segurou muitas vezes com seus emails confortantes de força e determinação.
Glorinha, como Mamãe, era muito para essa vida.
Elas eram luz demais.
Vida demais.
Partiram para a evolução.
Que Glorinha seja bem recebida, que Mamãe lhe apresente todas as Esquinas do paraíso.
Que essas belas mulheres se encontrem em espirito e se unam na evolução da alma.
Pelo conhecimento da dor da perda de Mãe, entendo os filhos de Glorinha e rezo por eles.
Com a fé em Deus e a certeza de somos todos amparados pelas Suas Mãos, daqui desse lado do computador, mentalizo sua família e lhe envio muita luz e consolo.
 Que o amor os fortaleça, como nos tem fortalecido.
Grande Gostosura, Grande Glorinha, a Terra ficou meio cinza sem vcs.

13 comentários:

Brechique da Dodoca disse...

Que palavras bonitas, menina Cucla! Quanto sentimento! Que este enorme sentimento de saudade resignada conforte a todos.
Bjssssssssssss, quérida!

Lúcia Soares disse...

Hoje o dia está lindo aqui em Belo Horizonte, Cucla. Uma homenagem a ela, nessa blogagem coletiva em sua memória.
Que agora ela viva dias lindos, radiantes. Deve haver um outro lugar, né?
Tomara!
E que sua Gostosura e a Pimentinha estejam em paz e rindo muito por lá!
Beijo!

She disse...

Que coisa mais linda seu post, seu carinho e homenagem. Certamente as duas já estão juntinhas! ;)
Beijo, beijo
She

Bombom disse...

"A terra ficou meio cinza sem vocês"...mas o Céu iluminou-se com as suas risadas, coloriu-se com belas palavras e gostosuras!
Ficam as saudades que nos provam que todo o "pouco tempo" que com elas convivemos, valeu a pena!
Bjs no teu coração. Bombom

Orvalho do Céu disse...

Olá,
Aqui acontecem coisas mirabolantes e inacreditáveis aos nosso olhos arredios do divino que nos habita o coração...
Exemplos de preparação pro que haverá de vir...
Corações que se enternecem e se preparam para um encontro mais do que virtual ou terreno... é inacreditável provas palpáveis de amizades preparadas... e tem quem não acredite... mas é visível e tem quem não veja...
Por isso a a Palavra nos diz: Quem tem ouvidos para ouvir: OUÇA!!! Quem tem olhos para ver: VEJA!!!
Uma e outra estavam se preparando pro que vinha pela frente... nós fomos as últimas a saber...
Estão as duas em perfeita sintonia no Céu e sem véus...
Bjm de paz, pesar e pascal

Clau disse...

Linda homenagem :)
Quando a amizade é forte e verdadeira,perpetua-se...
Bjs!

angela disse...

minha cucla tão querida, me emocionei demais, demais da conta.
esta postagem me arracou lagrimas.
grata por exitir, por fazer parte da minha vida.bjs

Vicentina disse...

Olá Cucla, que linda postagem, me emocionei demais.
Welze e Glorinha foram duas amigas que eu tive e que gostava muito.
Mas pode ter certeza, as duas estão muito bem, e em paz.
Pena a vida ter sido tão breve para elas, Deus sabe o que faz, ele gosta do que é bom.
Bjs querida

Beth/Lilás disse...

Cucla queridona!
Tudo o que você aqui disse é a mais profunda verdade. Glorinha ficou arrasada, eu também, com a partida tão rápida de Welze e logo em seguida, Glorinha começou a mostrar o que estava ocorrendo lá dentro dela.
Primeiramente, foram quase 30 dias no Hospital, aguardando, fazendo exames, ansiosos pelos resultados, os quais ela só veio a saber em sua casa e aí começou seu calvário.
Ela sofreu tanto quanto Welze, mas agora que sua dor física acabou, resta-nos acreditar que estão juntas, se alegrando na eternidade.
Que assim seja e que Deus ilumine seus caminhos!
um abraço fraterno e carinhoso.

Yoyo disse...

Menina,
Fiquei tanto tempo afastada da blogosfera que vc ainda não me conhece, mas fui frequentadora assídua deste blog,assim como do blog da Glorinha.
Estou certa de que sua mãe e ela estão juntas, percorrendo os caminhos do paraíso.
Bjos

xunandinha disse...

Que palavras lindas ,Glórinha amou de certeza e sua querida mãe também,
Glórinha como outras pessoas que tenho são especiais e la também o era ,Agradeço tuas palavras pois ela merecia Bem Hajas, muitos beijinhos

Liliane Blog Sonhar e Ser disse...

oi Cucla
que belíssima homenagem para estas duas pessoas tão queridas pra mim: Welze e Glorinha.
Amo muito as duas.
Foram importantes demais pra mim, e ainda são....
grande abraço pra vc.

Maysa disse...

Sou admiradora do Blog há um tempinho....confesso que ....o que me atraia era a vivacidade da Welze em ser mãe, mulher apaixonada pelo Bonitão em primeiro lugar como ela sempre fazia questão de postar, apaixonada pela culinária, filhos e sempre encontrava tempo p/ fazer um bolo bonito p/ quem estivesse aniversáriando seja quem fosse, passei pelo Blog á um tempo atrás e fiquei sabendo da doença...fiquei muito triste...pois ela tão apaixonada pelas coisas simples da vida estava doente...fiquei acompanhando....quando passei novamente...quem estava postando já era a Cucla filha maravilhosa que tbm ela fazia questão de mencionar....e hj passei novamente e fiquei muito triste em saber que Welze "viajou fora do combinado" frase do meu querido Rolando Boldrim, "Meus sinceros sentimentos"!!!
Parabéns pela força em continuar fazendo aquilo que sua mãe gostava de fazer....falar com sabedoria das coisas simples da vida que é o que importa....as pessoas estão sempre preocupadas com o ter e se esquecem de ser....e sua mãe mesmo sem conhecê-la pessoalmente foi uma referência boa em minha vida!!!Um grande abraço!!!!