07 agosto 2012

Desgarrando do ninho

Todo mundo sempre dizia que mamãe era um sargento.
Pois tínhamos regras e horários para tudo, já devo até ter comentado isso por aqui.
O que ninguém ou quase ninguém percebia, é que justamente essas regras e lições é que nos permitiam aproveitar todo o resto com muita intensidade.
Por exemplo, se íamos em uma festinha de aniversário que fosse na hora do jantar, íamos jantados.
Sabe porque jantados?
Para que pudéssemos brincar a rodo e papai e mamãe ficarem tranquilos.
Tinhamos horário para dormir.
No dia seguinte sempre acordávamos no mesmo horário com aquela corda toda e aproveitando tudo o que a vida tem de melhor.
Cresci meio sargento também, sou chegada numa regra, que quem vive comigo passa um cortado, rs... 
Já que tenho que fazer, prefiro me organizar e fazer logo, para que no meio do "melhor da festa", eu não precise parar de brincar.
Estou tentando sair um pouco do trilho, sair um pouco da linha.
Nesse final de semana, desgarrei do ninho, arrumei minha mala, sai por aí com o maridão para um cantinho só nosso.
Deixei as regras em casa, e só avisei para quem me ligou.
Viajamos a toa, comemos besteira, dormimos a hora que deu vontade.
Desgarramos no ninho para que consigamos aproveitar melhor a festa, pois o meu quartel particular estava ficando muito chato, coisa que o da mamãe nunca foi.
Vou continuar com as minhas regrinhas, até meu chefe me chama de sargento.
Mas vou gozar mais a vida, mesmo que para isso eu precise sair um pouco do foco e mudar o meu foco.
Mamãe gerenciava tudo com uma maestria que só.
Ainda hei de aprender.



8 comentários:

Brechique da Dodoca disse...

Bem, minha querida,
Aprender você já aprendeu: sua mãe ensinou tudo direitinho! Tão direitinho e tão legal que vc está aí: uma formosura de pessoa!
Só que esta formosura de pessoa é OUTRA pessoa, embora pense e aja como a mamãe! Daí que não precisa aprender mais nada para ser igual a ela, vc só tem que caprichar cada vez mais para continuar sendo o que já é, a mulher independente, sensível, inteligente, solidária ah, esse monte de coisas incríveis, que se tornou!
Bjssssssssssssss, quérida!

Clau disse...

Olá Cucla :)
Ter regras não é algo ruim;
porém abandoná-las vez ou outra faz um bem enorme!!
Também sou um pouco 'sargento'!rsrs
Mas adoro quando saio do trilho;
e não me sinto nem um pouco culpada por isto.
Bjs!

D Augusto disse...

As vezes um pouquinho de desorganização e ousadia faz bem na nossa vida Cucla. Mas um pouquinho só hein, rsrs

Lúcia Soares disse...

Está no melhor caminho, Cucla.
Mãe é (quase) sempre um sargento, aprenderam assim, vão seguindo assim, mas é sempre bom desviar, sair dos trilhos e buscar novos rumos, novas guias.
Aproveita a vida. Um dia de cada vez.
Beijo!

Gisele disse...

Flor.....voce acredita que fizemos a mesma coisa este final de semana!!!!
Ficamos por conta do deixa vida me levar e foi mara......
Bjos Gi e Muga

Valéria disse...

Oi Cucla!
Você teve uma boa mestra e certamente deve tirar proveito disso, mas na vida existem momentos que é melhor deixar ver como é que fica e aproveitar, mas só de vez em quando.rsss
Beijinhos!

Andréa disse...

Olá querida,
na minha casa tbm sempre era assim cheia de regras e horário p/ tudo.
Mas as vezes é bom jogar tudo pro ar e aproveitar um pouco, rsrs.
A sua mãe só plantou bons frutos e deixou boas lembranças e a saudade.

Tenha uma semana cheia de bençãos e vitórias!
bjs ♥

Beth/Lilás disse...

Cucla, tua mãe deu bases fortes para esta família, agora é caminhar e lembrar-se sempre do melhor que ela passou.
Beijo carioca