28 janeiro 2010

PARA MEU AMIGO BRUTUS

Amigo Querido

Flora Figueiredo

Por onde andamos
nós, que raramente nos falamos?
Engolidos pela pressa
ou pela saga do compromisso?
Ó DEUS, que maratona é essa?

Deixo um recado de saudade
para você pensar:
Por mais que a vida corra e o mundo agite,
por favor, acredite:
o nosso coração não muda de lugar.

O tempo e a distância
costumam nos arrastar.
É como se folhas de outono
se separassem pelo sopro de algum vento.
Mas nosso coração não muda de lugar.

Conservo a mão estendida,
o peito aberto,
o ombro compreensivo,
o pensamento alerta.
A qualquer hora você pode me chamar.
O meu carinho permanece vivo.

É que nosso coração não muda de lugar.

Um comentário:

Eliana Pessoa disse...

UHULLLLLLLLLLLLLL LINDO!!!