13 janeiro 2010

O MUNDO FICOU MAIS POBRE E DESAMPARADO


A médica pediatra e sanitarista Zilda Arns Neumann, fundadora e coordenadora internacional da Pastoral da Criança, morreu no forte terremoto que abalou o Haiti nesta terça-feira.
Ela tinha 75 anos e também era coordenadora nacional da Pastoral da Pessoa Idosa.
Zilda Arns nasceu em Forquilhinha (SC) em 25 de Agosto de 1934 e morava em Curitiba.
Irmã de Dom Paulo Evaristo Arns, cardeal arcebispo emérito de São Paulo, ela foi proposta pelo governo para o Prêmio Nobel da Paz por três anos seguidos.
Formada em Medicina, aprofundou-se em Saúde Pública visando salvar crianças pobres da mortalidade infantil, da desnutrição e da violência em seu contexto familiar e comunitário.
Doutora Zilda Arns desenvolveu uma metodologia própria de multiplicação do conhecimento e da solidariedade entre as famílias mais pobres, baseando-se no milagre bíblico da multiplicação dos dois peixes e cinco pães que saciaram cinco mil pessoas, como narra o Evangelho de São João
Eu não sabia da sua morte. Só hoje, ao passear pelos blogs que visito diariamente, tomei conhecimento dessa tão triste notícia.
Incrível como me abalou. Não conheci essa senhora pessoalmente, mas cá do meu lado, do meu jeito, a meu modo, acompanhava sua tragetória por entre os pobres, entre as crianças carentes e idosos necessitados, que sempre foram sua primeira e principal preocupação.
Com certeza Deus está precisando de pessoas competentes lá em cima. Está tão ocupado com o que ocorre por aqui, que está levando para lhe ajudar, pessoas de inestimável valor. E nós, já tão desesperançados, tão pobres de segurança e apoio, ficamos mais pobres. Mais a mercê do que vier por aí.
Só uma coisa, um detalhe, me acalma o coração. É saber que as crianças e idosos que a tinha como colaboradora, como salvadora, agora a tem como um anjo da guarda poderoso.
Estou realmente triste.

6 comentários:

Glorinha Leão disse...

Somos duas, amiga...estou triste, triste...sei lá, parece que se foi mais um pouco de esperança pro mundo...o trabalho dela era tão fenomenal que deixou várias seguidoras...ainda bem, pois vão continuar seu trabalho.
Agora me diz, não é revoltante saber que ela nunca recebeu o Nobel e esse Obama, que não fez nada de bom, pelo contrário, ainda vai fazer mais jovens soldados morrerem em vão, recebeu? tanto dinheiro a teria ajudado a salvar milhares de vidas...enquanto ele vai fazer mais mortes...ô mundo cão...tô cansada...desculpe meu desabafo tb, amiga.
Beijos.

Eliana Pessoa disse...

WELSE TAMBÉM FIQUEI MUITO TRISTE PESSOAS ESPECIAS Ñ DEVIAM MORRER CEDO!

SUELY PERES disse...

Amiga querida, também fiquei triste, pq hoje falta seres humanos no mundo com o dom que ela tinha, mais acho que Deus agora quer ela perto dele. Talvez o mundo precise acordar para entender a importancia dela e se manifestarem para continuar o trabalho dela aqui na terra. De uma coisa temos certeza, o lugarzinho dela no céu já esta garantido, como diz a biblia "muitos serão salvos pelas obras". beijinhos

Na Cozinha da Carina disse...

Foi uma grande perda para todos!
Ela deixa um grande exemplo a ser seguido por todos...

Fla disse...

Nessas horas eu sinceramente não entendo porque essas coisas acontecem. Tanta gente ruim no mundo e vai morrer justo alguém que sempre lutou pelo bem do outro.
Uma grande perda!

Paula Pacheco disse...

Welze, Zilda foi realmente uma grande mulher já ouvia falar dela a muito tempo, seu trabalho perante a sociedade foi e continua lindo, salvou milhares de crianças e bebes com seu fantastico e simples programa.
Todos sentimos sua morte.
bjs
Paula